Você está aqui: Página Inicial Notícias United Way Brasil forma jovens em finanças

United Way Brasil forma jovens em finanças

A United Way Brasil em parceria com a PricewaterhouseCoopers (PwC), a Câmara Americana de Comércio (Amcham) e o Rotary Club de Ribeirão Preto promove três cursos livres e gratuitos, chamados de mentorias, para jovens, de 16 a 18 anos. Em 2009, 85 jovens participaram da formação, que traz habilitação em: Contabilidade, Departamento Pessoal e Investir Vale a Pena (IVP). Os jovens participantes estão cursando ou já concluíram o ensino médio e pertencem a famílias em situação de vulnerabilidade social.

As turmas de Contabilidade e de rotinas de Departamento de Pessoal recebem instruções básicas sobre as rotinas desses setores dentro de uma empresa. A base conceitual foi desenvolvida por gerentes de área da PwC, que criaram ou adaptaram materiais voluntariamente, a partir da expertise de prestação de serviços da empresa. O conteúdo do Investir Vale a Pena, sobre finanças, está dividido em 12 capítulos, que ensinam a organizar contas, poupar, fixar metas de curto e longo prazos, avaliar rentabilidade e medir riscos, além de abordar crédito e impostos.

As mentorias existem em várias cidades brasileiras, com apoio da PwC e de outras grandes empresas. O IVP, por exemplo, foi implantado pela United Way Brasil em onze municípios, além de Ribeirão Preto. O curso é aplicado em: Belo Horizonte, Brasília, Campinas, Cotia, Curitiba, Jacareí, Porto Alegre, Rio de Janeiro, São José dos Campos, São Paulo e Sorocaba.

A United Way Brasil promove o treinamento dos voluntários das empresas, fornece o material didático (para eles e para os jovens), dá apoio durante o curso e auxilia no custeio das despesas da mentoria, uma vez que os alunos recebem alimentação, transporte e apostilas gratuitamente. Um representante da UWB na cidade coordena todo o processo de seleção. A preferência é para jovens de baixa renda, que residam em locais de risco, como bairros com alto índice de criminalidade. Os interessados se inscrevem e fazem uma prova de conhecimentos básicos em matemática e língua portuguesa, aplicada pela UWB em conjunto com os voluntários. Em seguida, passam por uma breve entrevista, cujo propósito é sondar o real interesse do candidato no curso.

Fonte: United Way Brasil

Ações do documento
comments powered by Disqus