Você está aqui: Página Inicial Notícias PlanSeQ Carioca vai qualificar 5 mil jovens em 2010

PlanSeQ Carioca vai qualificar 5 mil jovens em 2010

Rio de Janeiro contará ainda com ProJovem Trabalhador, onde serão disponibilizadas 7 mil vagas para o carnaval, e o Espaço do Trabalhador.

O Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) está criando, em parceria com a prefeitura do Rio de Janeiro, uma oportunidade de qualificação profissional para 5 mil jovens cariocas. Trata-se do Plano Setorial de Qualificação nomeado PlanSeQ Bolsa Carioca. O Termo de Cooperação Técnica foi assinado nesta segunda-feira (30), no Palácio da Cidade (RJ), entre o ministro do Trabalho e Emprego, Carlos Lupi e o prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes.

O MTE também vai levar capacitação profissional para 7 mil trabalhadores da cidade por meio do ProJovem Trabalhador para atender a demanda do carnaval, em 2010. Ainda no Rio de Janeiro, o ministro Lupi anunciou a criação do Espaço Trabalhador.

"O Rio de Janeiro tem uma população muito trabalhadora e merece ser a primeira cidade a ter o Espaço do Trabalhador. É um povo que faz do carnaval sua principal fonte de renda", destacou Lupi.

O Espaço do Trabalhador é um projeto do ministério que vai criar um shopping popular onde os trabalhadores poderão ser inseridos no mercado formal de trabalho. A expectativa é de que até janeiro a prefeitura disponibilize uma área para criação deste local, que contará com serviços da prefeitura e governo federal, além de uma área de lazer e a rua do trabalhador.

Bolsa Carioca - O PlanSeQ pretende ampliar as oportunidades de inserção dos jovens no mercado de trabalho, especialmente para aqueles que apresentam maior vulnerabilidade sócio-econômica.

O Plano é dirigido, preferencialmente, aos membros de famílias beneficiárias do Programa Bolsa Família. Eles poderão se qualificar com cursos voltados para atender a demanda por mão-de-obra qualificada nos postos de trabalho que surgirão em decorrência da Copa de Mundo de 2014 e dos Jogos Olímpicos de 2016, no Rio de janeiro.

Os jovens precisam ter renda per capita de até um salário mínimo, maior dificuldade de inserção na atividade produtiva e idade entre 16 e 24 anos. Além disso, devem estar cursando ou ter concluído o ensino fundamental ou ensino médio.

Os cursos terão duração de 200 horas, seguidos de estágio de quatro meses. Durante as aulas de capacitação profissional, o aluno receberá uma bolsa de R$ 100,00. Ao final do curso, cada aluno receberá outra bolsa-auxílio no valor de R$ 250,00. Os alunos que participarem do Planseq também terão a oportunidade de fazer um estágio, com direito ao beneficio de R$ 100,00, além de um beneficio extra no valor de R$ 250,00.

A fase inicial dos cursos será no primeiro semestre de 2010 nas áreas de Administração, Construção Civil, Comércio e Hospitalidade. Para a segunda fase, que começa no final de 2010, os cursos ainda serão definidos com base na análise do mercado de trabalho. Será formada uma Comissão de Concertação tripartite - com representação dos empresários, governo e trabalhadores - para a elaboração desse projeto.

Os recursos investidos para a realização do PlanSeQ Carioca são do Fundo de Amparo do Trabalhador (FAT), que vai aplicar mais R$ 3,9 milhões, e da prefeitura do Rio, que investirá cerca de R$ 10 milhões.

Fonte: MTE

Ações do documento
comments powered by Disqus