Você está aqui: Página Inicial Notícias Empenho é o segredo para tornar trabalho temporário em efetivo, diz consultor

Empenho é o segredo para tornar trabalho temporário em efetivo, diz consultor

Se no final do ano a luta foi para conseguir um trabalho temporário, no início de 2010, a batalha é para tornar esse emprego permanente.

Segundo a Associação Brasileira de Lojistas de Shopping (Alshop), a estimativa é a de que 25% das cerca de 130 mil pessoas que foram contratadas temporariamente no Natal passado sejam efetivadas.

Vagas - A inauguração de outros empreendimentos comerciais em todo o país também deve aquecer as contratações, com 40 mil novos empregos diretos, de acordo com a Associação Brasileira das Empresas de Serviços Terceirizáveis e de Trabalho Temporário (Asserttem).

A estimativa da entidade é que 18 shoppings centers e 275 supermercados estejam funcionando até o fim deste ano.

Embora as ofertas pareçam abundantes, a concorrência é acirrada. Para assegurar uma vaga, o consultor Gutemberg B. de Macedo, presidente da Gutemberg Consultores, diz que a chave de tudo é mostrar empenho.

De olho - “O seu empregador estará lhe espreitando e avaliando-o por todos os ângulos – seu nível de dedicação ao trabalho, cortesia no tratamento com colegas de trabalho e clientes, limpeza e higiene pessoal, comunicação oral, postura e presença pessoal, interesse em aprender coisas novas, entre outras coisas”, aponta.

Por isso, aconselha Macedo, é importante que o trabalhador “dê o seu melhor”, ainda que esse emprego seja por um período de tempo curto.

“É você quem traça o seu caminho de sucesso ou de fracasso. Portanto, aceite todo e qualquer desafio. Jamais se dê por satisfeito e veja o seu poder de crescer. Dê o melhor de si mesmo e vá muito além do que sua empresa espera de você”, enumera.

Outra dica do consultor é conhecer e aprender novas tarefas. “Essas atividades por si mesmas já são capazes de torná-lo melhor e mais atraente para o mercado de trabalho no dia de amanhã. Portanto, transforme esse período de temporariedade no melhor período de sua vida. Aprenda e cresça com ele”, ensina.

Lição - A estudante de publicidade Marina Soares, de 22 anos, trabalhou como temporária pela primeira vez neste ano em uma loja de biquínis. Ela diz que espera ser contratada definitivamente, ainda que não seja nesse ramo que pretenda trabalhar depois de se formar.

“Eu estou aprendendo muito. Eu era um pouco tímida, mas para vender, tenho que sorrir e tomar a iniciativa de falar com as pessoas. E não esperar que venham a mim. Se não for efetivada, já valeu a lição. E no fim deste ano, vou trabalhar como temporária novamente”, conta.

 

Fonte: IG Empregos

Ações do documento
comments powered by Disqus