Você está aqui: Página Inicial Notícias Educação profissional amplia perspectiva de trabalho para estudantes

Educação profissional amplia perspectiva de trabalho para estudantes

A perspectiva de uma rápida colocação no mercado de trabalho é um dos principais fatores que atraem os estudantes da rede pública estadual aos cursos profissionalizantes oferecidos em todo o Paraná. É o caso de Eloren Cardoso de Brito, aluna do 3º ano do Curso de Química Industrial do Centro Estadual de Educação Profissional de Curitiba. “Existe uma ampla possibilidade de empregos na área de Química nos setores alimentícios e industriais”, afirma.

O estudante Ivan Cordeiro Júnior, do 4º ano de Eletrônica na mesma escola, vê a oportunidade como um trampolim para aspirações maiores. “Pretendo dar continuidade aos estudos nesta área e me especializar com outros cursos que envolvam a eletromecânica. É um ramo que tem uma boa remuneração”, diz.

O estudante não se esquece de um outro fator que contribui para sua formação: a infraestrutura. “Os materiais e equipamentos disponíveis para o curso são de ótima qualidade”, afirma Ivan Cordeiro Júnior. Quase concluindo o curso, ele está confiante. “Eu sei o que estou fazendo e aplico no estágio tudo o que aprendi nesses anos de estudo. Eu me sinto preparado”, afirma.

A relação com o cotidiano é o que fascina Elianara Canofre de Lima, estudante da 3ª série do Curso Técnico em Administração no Colégio Estadual Mário de Andrade, em Francisco Beltrão. “As disciplinas do curso estão ligadas ao meu dia-a-dia e me passam informações muito importantes. O que aprendo teoricamente posso colocar em prática todos os dias”, explica.

Valéria da Paz Rosa Moreira, estudante do 4º Semestre do Curso de Técnico em Enfermagem do Colégio Estadual Dario Vellozo, em Toledo, participa do mercado de trabalho há seis meses, como estagiária. “A Educação Profissional contribui na minha vida para o meu crescimento pessoal, meu desenvolvimento, e para que eu tenha uma estabilidade financeira, conseguir um bom emprego na área”, diz.

Depois sucessivos anos de sucateamento e abandono, em 2003, a educação profissionalizante do Paraná voltou a receber investimentos para recuperar a infraestrutura das escolas, criar novas vagas e abastecer o mercado de trabalho com mão-de-obra qualificada.

As escolas profissionalizantes do Paraná oferecem formação em 12 diferentes eixos: Formação de Docentes, Ambiente, Saúde e Segurança, Apoio Escolar, Controle e Processos Industriais, Gestão e Negócios, Hospitalidade e Lazer, Informação e Comunicação, Infraestrutura, Produção Alimentícia, Produção Cultural e Design, Produção Industrial e Recursos Naturais.

 

Fonte: Agência de Notícias - Estado do Paraná

Ações do documento
comments powered by Disqus