Você está aqui: Página Inicial Notícias Curso para jovens e adultos integra ensino fundamental com formação para o trabalho

Curso para jovens e adultos integra ensino fundamental com formação para o trabalho

Elevar a escolaridade de 13,2 mil jovens e adultos com profissionalização, este ano, é a proposta do Programa Nacional de Integração da Educação Profissional com a Educação Básica na Modalidade de Educação de Jovens e Adultos na Formação Inicial e Continuada Integrada com Ensino Fundamental (Proeja-FIC). Dentre as pessoas atendidas, estarão 400 presidiários. Serão oferecidos 176 cursos de nível fundamental, em parcerias das escolas da rede federal com os municípios.

Presídios — Para a implantação do Proeja-FIC nos sistemas penitenciários, serão oferecidas vagas em cursos de ensino fundamental. Segundo Caetana Juracy Rezende, coordenadora de políticas da educação profissional e tecnológica da Setec/MEC, a ideia de estender o programa aos presídios surgiu no ano passado. “Pretendia-se um curso para jovens e adultos que integrasse a formação básica no ensino fundamental com a formação para o trabalho e isso poderia ser a adotado nos sistemas carcerários.”

Em 2009, com base em dados do Sistema de Informações Penitenciárias (Infopen) do Ministério da Justiça, havia mais de 420 mil pessoas privadas de liberdade no Brasil. Somente 18% dos detentos participavam de atividades educacionais, formais e não formais, e 70% não tinham concluído o ensino fundamental.


Fonte: Blog da Mobilização

Ações do documento
comments powered by Disqus